31/08/2016 / Em: Clipping

 


Curso técnico ainda é visto no país apenas como ‘pré-vestibular’ (Folha de S.Paulo – 31/08/2016)

Concluir o ensino técnico está longe de significar o fim da carreira estudantil.

“É uma modalidade da educação formal que pode e deve ser o caminho para o curso superior”, afirma Gustavo Leal, diretor de operações do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial).

Entrar na faculdade tem sido o objetivo principal dos alunos destes cursos, segundo João Cardoso Palma, professor da Unesp (Universidade Estadual Paulista).

Programa de gestão escolar faz aluno ganhar um ano de ensino (Folha de S.Paulo – 31/08/2016)

Uma gestão escolar estruturada e centrada no aluno consegue fazer com que os estudantes aprendam mais.

O que parece óbvio foi agora mensurado. Quando há um programa organizado de direção, o incremento é de quase um ano de aprendizado em relação ao que é esperado no ensino médio.

A avaliação foi feita pelo economista Ricardo Paes de Barros, professor do Insper, e teve como foco o programa Jovem do Futuro, mantido pelo Instituto Unibanco. A metodologia usada pode ser considerada inovadora para a área de políticas educacionais.



ABANDONO DO CURSO É TRÊS VEZES MAIOR ENTRE NÃO BENEFICIADOS PELO FIES (Brasil Escola – 31/08/2016)

Dados divulgados fazem parte do Mapa do Ensino Superior no Brasil 2016.

O abandono do curso superior no primeiro ano é três vezes maior entre os não beneficiados pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A informação faz parte do Mapa do Ensino Superior no Brasil 2016, o qual foi divulgado na última segunda-feira, 29 de agosto, pelo Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior (Semesp). 

De acordo com o Mapa, os dados referentes a 2014 mostram evasão de 7,4% entre os usuários do Fies, enquanto o abandono entre os não benefíciados representa 25,9%. Já nas universidade públicas a taxa é de 18,3%.

Motivos

De acordo com o Semesp, o maior abandono dos estudantes que não possuem o financiamento está ligado à menor segurança financeira e incerteza quanto ao curso que está fazendo. Quem é beneficiado pelo Fies geralmente está na graduação que deseja e tem maior compromisso em permanecer matriculado.